Mark Certo:    Faça seu Web Site   |   Hospede seu Web Site   |   Loja Virtual  |   Automação Comercial  |   Assessoria
 
E-Mail:   Senha:  
 
Ainda não sou cadastrado Esqueci a senha
 
Saiba Mais
Apresentação 100% de Lucro
Fã Clube Terceira Idade
Plantas Tóxicas
A Globalização Humana
Longevidade & Precocidade
Porque Envelhecemos
Receitas & Culinárias
Turismo & Lua-de-Mel
Medicina & Conhecimento
Carteiras e Vacinas
Sonhondo Com Animais
Livro Revelador dos Sonhos
Saúde & Exercícios
Jogos & Esportes Diversos
Alimentação Saudável
Miss Mister Terceira Idade
Viagens & Turismo
Astrologia / Horóscopo
Doenças Humana
Dicas de Relacionamento
Você quer Ter Saúde?
Aposentadoria INSS
TaroAstro Místico Milenar
Apostilas Os Chakras
Homenagens a Pessoas
Curso G P Gestão de Pessoas
Excursão Terceira Idade
JEC Junqueirópolis Esporte Clube
Negocios de Sucesso Online
Aprendendo a Tocar Violão
Artigos Cidades & Eventos
Telefones Úteis / Cidades
Academias & Saúde
Revelando Os Seus Sonhos
Bibliotéca Virtual
Direito ao Transporte
Serviços & Recursos
Agenda / Calendário
Galeria de Imagens
Galeria de Vídeos
Cadastro | Sou Fã
Produtos Promocionais
Fórum
Links Úteis
Notícias & Curiosidades
Parceiros
Fale conosco
 
 
 
 
08/12/2013
O Homem X Mulher
Como Pensar Sobre a Intimidade
saiba +
 
 
Porque Envelhecemos | Tomei Consciência da Minha Cegueira
Tomei Consciência da Minha Cegueira  
“tomei consciência da minha cegueira. Um mundo incômodo, tenebroso – sempre escuro. Muitos sons súbitos e inesperados. Raras vezes eu sabia onde estava. O mundo vivia cheio de superfícies duras e arestas agudas...”. Tendo nascido em Lvov, na Ucrânia, aos quatro anos Meir emigrou com sua família para Israel, onde viveu até se tornar um jovem adulto. Na adolescência, Meir foi apresentado por Miriam, uma bibliotecária que se interessava por saúde, a Isaac, um jovem de dezesseis anos, que o introduziu aos métodos de cura do dr. Bates (americano) e que o incentivou a recuperar a visão: ”Desenvolvendo o hábito de procurar coisas específicas onde elas deveriam estar, ativei gradativamente os olhos e o cérebro para o processo de ver. Durante dezesseis anos, eu aprendera a não olhar, a não ver, a não tentar encontrar coisa alguma... Ninguém, nem mesmo eu, acreditou que um dia eu viesse a enxergar....” Miriam, a bibliotecária, continuava a estimular e a orientar Meir: “Não existe pessoa completamente doente, como tampouco existe pessoa totalmente saudável. Existem apenas pessoas que se movimentam mais e outras que se movimentam menos. O movimento no corpo humano é contínuo. Quando ele pára, paramos de viver.” Na praia, enquanto estava se exercitando, Meir encontra o velho Shlomo, com o qual aprende movimentos e alongamentos de ioga: DOAÇÃO MOROSA

Grupo Terceira Idade CLICK AQUI para Doar a Quantia que Quiser Através da UOL

 
 
Fã Club Grupo Terceira Idade
Onde o Futuro Acontece

© 2018 - Todos os direitos reservados
Melhor visualizado em 1024px / 768px
Projetado e Desenvolvido:
MARKCERTO - Qualidade Interativa