Mark Certo:    Faça seu Web Site   |   Hospede seu Web Site   |   Loja Virtual  |   Automação Comercial  |   Assessoria
 
E-Mail:   Senha:  
 
Ainda não sou cadastrado Esqueci a senha
 
Saiba Mais
Apresentação 100% de Lucro
Fã Clube Terceira Idade
Plantas Tóxicas
A Globalização Humana
Longevidade & Precocidade
Porque Envelhecemos
Receitas & Culinárias
Turismo & Lua-de-Mel
Medicina & Conhecimento
Carteiras e Vacinas
Sonhondo Com Animais
Livro Revelador dos Sonhos
Saúde & Exercícios
Jogos & Esportes Diversos
Alimentação Saudável
Miss Mister Terceira Idade
Viagens & Turismo
Astrologia / Horóscopo
Doenças Humana
Dicas de Relacionamento
Você quer Ter Saúde?
Aposentadoria INSS
TaroAstro Místico Milenar
Apostilas Os Chakras
Homenagens a Pessoas
Curso G P Gestão de Pessoas
Excursão Terceira Idade
JEC Junqueirópolis Esporte Clube
Negocios de Sucesso Online
Aprendendo a Tocar Violão
Artigos Cidades & Eventos
Telefones Úteis / Cidades
Academias & Saúde
Revelando Os Seus Sonhos
Bibliotéca Virtual
Direito ao Transporte
Serviços & Recursos
Agenda / Calendário
Galeria de Imagens
Galeria de Vídeos
Cadastro | Sou Fã
Produtos Promocionais
Fórum
Links Úteis
Notícias & Curiosidades
Parceiros
Fale conosco
 
 
 
 
08/12/2013
O Homem X Mulher
Como Pensar Sobre a Intimidade
saiba +
 
 
Porque Envelhecemos | Trabalho Voluntário
Trabalho Voluntário  
Esse foi o tema da palestra ministrada pela assistente social Maria Cristina Dal Rio, no último dia 25 de maio, no Núcleo de Estudo e Pesquisa do Envelhecimento (NEPE), na PUC-SP, durante o evento intitulado “Um velho sujeito, sujeito de si”, coordenado pela Profa. Dra. Ruth G. da Costa Lopes. Dal Rio falou sobre o trabalho voluntário, a partir de pesquisa realizada com aposentados que fazem atividades como voluntários, a fim de buscarem formas alternativas de inserção social e, em contrapartida, apreendem o resultado dessa ação para o desenvolvimento pessoal e da cidadania. Como a aposentadoria representa o afastamento do mundo produtivo e esfera pública, o afastamento do “mundo” e da mediação das políticas públicas, o enfraquecimento da sociabilidade, e a volta para o espaço privado: isolamento, invisibilidade; representa, portanto, a dificuldade do aposentado ser visto como ser, como categoria e ter seus direitos reconhecidos, comentou Dal Rio. De acordo com Dal Rio, hoje se fala em aposentadoria porque há uma maior visibilidade, seja pelo aumento do número de aposentados, seja pelas conseqüências sociais advindas da fragilização da saúde e da parte financeira; seja ainda pela negação da imposição de isolamento pela recolocação no espaço público, por meio das formas alternativas de vivência e opção por atividades de desenvolvimento pessoal. DOAÇÃO MOROSA

Grupo Terceira Idade CLICK AQUI para Doar a Quantia que Quiser Através da UOL

 
 
Fã Club Grupo Terceira Idade
Onde o Futuro Acontece

© 2018 - Todos os direitos reservados
Melhor visualizado em 1024px / 768px
Projetado e Desenvolvido:
MARKCERTO - Qualidade Interativa