Mark Certo:    Faça seu Web Site   |   Hospede seu Web Site   |   Loja Virtual  |   Automação Comercial  |   Assessoria
 
E-Mail:   Senha:  
 
Ainda não sou cadastrado Esqueci a senha
 
Saiba Mais
Apresentação 100% de Lucro
Fã Clube Terceira Idade
Plantas Tóxicas
A Globalização Humana
Longevidade & Precocidade
Porque Envelhecemos
Receitas & Culinárias
Turismo & Lua-de-Mel
Medicina & Conhecimento
Carteiras e Vacinas
Sonhondo Com Animais
Livro Revelador dos Sonhos
Saúde & Exercícios
Jogos & Esportes Diversos
Alimentação Saudável
Miss Mister Terceira Idade
Viagens & Turismo
Astrologia / Horóscopo
Doenças Humana
Dicas de Relacionamento
Você quer Ter Saúde?
Aposentadoria INSS
TaroAstro Místico Milenar
Apostilas Os Chakras
Homenagens a Pessoas
Curso G P Gestão de Pessoas
Excursão Terceira Idade
JEC Junqueirópolis Esporte Clube
Negocios de Sucesso Online
Aprendendo a Tocar Violão
Artigos Cidades & Eventos
Telefones Úteis / Cidades
Academias & Saúde
Revelando Os Seus Sonhos
Bibliotéca Virtual
Direito ao Transporte
Serviços & Recursos
Agenda / Calendário
Galeria de Imagens
Galeria de Vídeos
Cadastro | Sou Fã
Produtos Promocionais
Fórum
Links Úteis
Notícias & Curiosidades
Parceiros
Fale conosco
 
 
 
 
08/12/2013
O Homem X Mulher
Como Pensar Sobre a Intimidade
saiba +
 
 
Você quer Ter Saúde? | Situação da Atenção à Saúde das Mulheres é Vergonhosa em 95% dos Municípios Brasileiros
Situação da Atenção à Saúde das Mulheres é Vergonhosa em 95% dos Municípios Brasileiros  
Pesquisa da UnB avalia programas de atenção do SUS dedicado às brasileiras. Conclusão comprova deficiências Irene Sesana/UnB Agência Todo cidadão tem direito à saúde – está escrito no artigo 6º da Constituição Federal brasileira. Mas nem tudo o que está na lei é cumprido. A prova disso é uma pesquisa de doutorado da médica Ana Maria Costa, intitulada Atenção Integral à Saúde das Mulheres: Quo Vadis. Uma Avaliação da Integralidade na Atenção à Saúde das Mulheres no Brasil, do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde, da Universidade de Brasília (UnB), que revela um atendimento ainda bastante deficiente pelo sistema de saúde. Ana Maria analisou dados estimados para 5.507 municípios brasileiros – o que corresponde a 95% do total – por meio de uma amostra estratificada aleatória na qual realizou 627 entrevistas com os gestores das secretarias municipais de saúde entre o último trimestre de 2003 e primeiro de 2004. As informações revelam que a situação da atenção à saúde das mulheres é vergonhosa. O fato é que a integralidade preconizada pelo Sistema Único de Saúde (SUS) não mereceu atenção dos gestores em especial do Ministério da Saúde ao longo dos anos 1990. “Tem sido o princípio do SUS mais abandonado”, afirma a médica, que defendeu sua tese em julho de 2004 sob a orientação da professora Dirce Guilhem.
 
 
Fã Club Grupo Terceira Idade
Onde o Futuro Acontece

© 2018 - Todos os direitos reservados
Melhor visualizado em 1024px / 768px
Projetado e Desenvolvido:
MARKCERTO - Qualidade Interativa