Mark Certo:    Faça seu Web Site   |   Hospede seu Web Site   |   Loja Virtual  |   Automação Comercial  |   Assessoria
 
E-Mail:   Senha:  
 
Ainda não sou cadastrado Esqueci a senha
 
Saiba Mais
Apresentação 100% de Lucro
Fã Clube Terceira Idade
Plantas Tóxicas
A Globalização Humana
Longevidade & Precocidade
Porque Envelhecemos
Receitas & Culinárias
Turismo & Lua-de-Mel
Medicina & Conhecimento
Carteiras e Vacinas
Sonhondo Com Animais
Livro Revelador dos Sonhos
Saúde & Exercícios
Jogos & Esportes Diversos
Alimentação Saudável
Miss Mister Terceira Idade
Viagens & Turismo
Astrologia / Horóscopo
Doenças Humana
Dicas de Relacionamento
Você quer Ter Saúde?
Aposentadoria INSS
TaroAstro Místico Milenar
Apostilas Os Chakras
Homenagens a Pessoas
Curso G P Gestão de Pessoas
Excursão Terceira Idade
JEC Junqueirópolis Esporte Clube
Negocios de Sucesso Online
Aprendendo a Tocar Violão
Artigos Cidades & Eventos
Telefones Úteis / Cidades
Academias & Saúde
Revelando Os Seus Sonhos
Bibliotéca Virtual
Direito ao Transporte
Serviços & Recursos
Agenda / Calendário
Galeria de Imagens
Galeria de Vídeos
Cadastro | Sou Fã
Produtos Promocionais
Fórum
Links Úteis
Notícias & Curiosidades
Parceiros
Fale conosco
 
 
 
 
08/12/2013
O Homem X Mulher
Como Pensar Sobre a Intimidade
saiba +
 
 
Longevidade & Precocidade | Dieta do Brasiliense é Pobre
Dieta do Brasiliense é Pobre  
Dieta do brasiliense é pobre Carolina Caraballo e Larissa Meira Arroz e feijão. A dupla tipicamente brasileira é presença certa no cardápio diário dos moradores do Distrito Federal. Calcula-se que 79,4% da população come arroz diariamente. O feijão fica em segundo lugar na lista dos alimentos mais consumidos, com 71,2%. A carne bovina só aparece em sétimo lugar, perdendo para o pão, as hortaliças e as frutas. Especialistas em nutrição avaliam que faltam vitaminas, minerais e fibras na dieta do brasiliense. Os dados fazem parte da pesquisa de doutorado da psicóloga Maria Cristina Sebba, do Departamento de Saúde Coletiva da Universidade de Brasília (UnB), que será apresentada no 1º Congresso Brasileiro de Gastronomia e Segurança Alimentar, de 20 a 23 de outubro, no Blue Tree Park. Um questionário de 65 perguntas, elaborado com a ajuda da nutricionista Ana Carolina Floresta Lima, apontou as práticas e mudanças alimentares da população do DF. Foram escolhidas aleatoriamente 500 pessoas acima de 15 anos de 11 regiões: Asa Sul, Asa Norte, Sudoeste, Águas Claras, Ceilândia, Gama, Guará, Planaltina, Sobradinho, Taguatinga, e Vila Estrutural. DOAÇÃO MOROSA

Grupo Terceira Idade CLICK AQUI para Doar a Quantia que Quiser Através da UOL

 
 
Fã Club Grupo Terceira Idade
Onde o Futuro Acontece

© 2018 - Todos os direitos reservados
Melhor visualizado em 1024px / 768px
Projetado e Desenvolvido:
MARKCERTO - Qualidade Interativa