Mark Certo:    Faça seu Web Site   |   Hospede seu Web Site   |   Loja Virtual  |   Automação Comercial  |   Assessoria
 
E-Mail:   Senha:  
 
Ainda não sou cadastrado Esqueci a senha
 
Saiba Mais
Apresentação 100% de Lucro
Fã Clube Terceira Idade
Plantas Tóxicas
A Globalização Humana
Longevidade & Precocidade
Porque Envelhecemos
Receitas & Culinárias
Turismo & Lua-de-Mel
Medicina & Conhecimento
Carteiras e Vacinas
Sonhondo Com Animais
Livro Revelador dos Sonhos
Saúde & Exercícios
Jogos & Esportes Diversos
Alimentação Saudável
Miss Mister Terceira Idade
Viagens & Turismo
Astrologia / Horóscopo
Doenças Humana
Dicas de Relacionamento
Você quer Ter Saúde?
Aposentadoria INSS
TaroAstro Místico Milenar
Apostilas Os Chakras
Homenagens a Pessoas
Curso G P Gestão de Pessoas
Excursão Terceira Idade
JEC Junqueirópolis Esporte Clube
Negocios de Sucesso Online
Aprendendo a Tocar Violão
Artigos Cidades & Eventos
Telefones Úteis / Cidades
Academias & Saúde
Revelando Os Seus Sonhos
Bibliotéca Virtual
Direito ao Transporte
Serviços & Recursos
Agenda / Calendário
Galeria de Imagens
Galeria de Vídeos
Cadastro | Sou Fã
Produtos Promocionais
Fórum
Links Úteis
Notícias & Curiosidades
Parceiros
Fale conosco
 
 
 
 
08/12/2013
O Homem X Mulher
Como Pensar Sobre a Intimidade
saiba +
 
 
Turismo & Lua-de-Mel | 20 Clássicos da Literatura Erótica
20 Clássicos da Literatura Erótica  
No século III, o Kama Sutra já representava uma revolução no gênero. Além dele, conheça os outros livros que abriram caminho para discutir o sexo sem hipocrisia nem pudores. Engana-se quem acredita que a febre dos livros eróticos e a discussão de tabus como sadomasoquismo e sexualidade feminina aconteceram apenas nos últimos anos, com a publicação do best-seller “50 tons de cinza”, de E. L. James. A polêmica se faz presente desde tempos antigos, quando a censura era implacável e muitas obras precisavam ser publicadas anonimamente, para preservar seus autores. No século XIX, por exemplo, as gráficas pornográficas explodiram em Londres – o que as tornavam alvos fáceis da polícia e de organizações como a Sociedade para a Supressão do Vício, que apreendiam e destruíam as publicações. E, se nas últimas décadas a censura parece ser coisa do passado, há livros que permaneceram na lista negra até recentemente. É o caso de "Fanny Hill", de John Cleeland: publicado em 1748, o livro só voltou às prateleiras das livrarias norte-americanas em 1966. Entenda os motivos que tornaram estas obras tão polêmicas na galeria. DOAÇÃO MOROSA

Grupo Terceira Idade CLICK AQUI para Doar a Quantia que Quiser Através da UOL

 
 
Fã Club Grupo Terceira Idade
Onde o Futuro Acontece

© 2018 - Todos os direitos reservados
Melhor visualizado em 1024px / 768px
Projetado e Desenvolvido:
MARKCERTO - Qualidade Interativa